segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

OS CARROS FUTURISTAS DO PASSADO

Automóveis com visual de avião ou com cabines de vidro; conheça os veículos modernos de antigamente
O filme alemão Metrópolis, de 1927, já previa que no ano 2001 estaríamos viajando em carros voadores. Mais de 10 anos se passaram e ainda não decolamos com nossos automóveis. E isso ainda não está perto de acontecer. Pelas previsões e idéias propostas por montadoras no passado, hoje haveria uma revolução no mundo dos automóveis. Eles seriam parecidos com aviões, como previa a GM com o conceito Firebird e a Alfa Romeo que criou o ônibus Aerodinamica. Houve também ideias de automóveis com cabines de vidro (imagine o sol batendo na cabeça?) e carros feitos para levar apenas uma pessoa. Uma pena alguns deles não terem virado realidade...


Tucker Torpedo: o famoso e injustiçado Tucker foi o primeiro carro equipado com cintos de segurança. O farol 'ciclope' era o detalhe futurista que não colou


GM Firebird: Era o início da era dos aviões a jato e nos EUA todos queriam voar. Em 1953 a GM propôs esse conceito com célula de fibra de vidro e apenas o banco do motorista


FEI X1: projeto brasileiro, o carro-anfíbio de 1961 foi construído por estudantes de engenharia. A propulsão, tanto na terra como na água, era com motor a hélice.


Alfa Romeo Aerodinamica: o que mais impressiona nesse ônibus é a data de sua fabricação, 1914. É um dos primeiros projetos com inspiração aeronáutica.


Ford La Tosca: As cabines de vidro viraram manias dos designers nos anos 1950. Imagine o sol batendo nos ocupantes do carro?


GM EV1: o primeiro carro elétrico moderno lançado no mercado, o carrinho quebrava demais e nunca fez sucesso. Apenas 1.117 foram vendidos.


Italdesign Capsula: Giorgetto Giugiaro já estava pensando em carros compactos e práticos em 1984. Esse carro, sem porta-malas, servia apenas para viagens curtas


Lancia Stratos Zero: Não parece se ele está indo ou vindo. Nesse conceito, o motorista dirige praticamente deitado, o que deve ser muito bom no trânsito
RANKING
Parte inferior do formulário
MAIS POPULARES EM OUTUBRO
VEÍCULOS MAIS VENDIDOS - OUTUBRO DE 2013
Pos.
Modelo
Vendas
21.722
14.410
13.316
13.265
12.378
11.874
10.468
9.856
9.156
10º
8.830


Fonte IG

ATOR DE 'VELOZES E FURIOSOS' MORRE EM ACIDENTE DE CARRO

ATOR DE 'VELOZES E FURIOSOS' MORRE EM ACIDENTE DE CARRO

Paul Walker morreu, aos 40 anos, na tarde deste sábado, 30, em Santa Clarita, na Califórnia, Estados Unidos, em um acidente de carro. Um representado do ator usou, na noite deste sábado, a página de Paul no Facebook para confirmar a informação:
"É com pesar no coração que nós confirmamos que Paul Walker morreu hoje em um trágico acidente de carro enquanto participava de um evento de caridade para sua organização "Reach Out Worldwide". Ele era um passageiro no carro de um amigo, em que ambos perderam suas vidas. Agradecemos sua paciência enquanto nós também estamos atordoados e tristes em acreditar nesta notícia. Obrigado por manter sua família e amigos em suas orações durante este tempo muito difícil. Faremos o nosso melhor para mantê-los informados para onde enviar condolências". O ator deixa uma filha, Meadow Rain, de 15 anos, que se mudou recentemente para Califórnia para ficar mais próxima do pai.
De acordo com o "TMZ", o ator estava em um Porsche, quando o motorista perdeu o controle, bateu em um poste de luz e o veículo pegou fogo. Segundo o site, não há uma confirmação sobre o que teria motivado o acidente. Pessoas próximas ao ator infomaram ao "TMZ" que Paul estava em Santa Clarita para uma apresentação de carros, para arrecadar fundos para ajudar as vítimas do tufão nas Filipinas.
SAIBA MAIS
Famosos lamentam morte de Paul Walker
A polícia divulgou um comunicado sobre o acidente, informando que, quando chegaram, encontraram o veículo pegando fogo, que foi apagado pelos bombeiros. O comunicado declara também que os dois ocupantes do carro morreram no local.
Uma testemunha do acidente contou ao jornal "The Santa Clarita Signal", que tentou apagar as chamas do Porsche e reconheceu Walker dentro do carro. Antonio Holmes, amigo do ator, declarou ao jornal que usou um extintor para diminuir o fogo. "Nós tentamos, nós tentamos", disse emocionado para a publicação local. Uma outra testemunha postou um vídeo na internet mostrando a polícia isolando a área onde ocorreu o acidente. Veja o vídeo.
Paul alcançou a fama mundial intepretando Brian O’Connor, da franquia "Velozes e Furiosos". O ator trabalhou também em produções como "Ela é demais", "Sociedade Secreta", "Anjo de Vidro" e "Pleasantville - A Vida em Preto e Branco".
Atualmente, Walker estava filmando a sétima parte de "Velozes e Furiosos". Sua última postagem no twitter, é uma foto da produção e o ator escreveu: "Os meninos estão de volta. Vocês estarão prontos?".
Um representante da Universal Pictures, que produziu "Velozes e Furiosos", lamentou a morte do ator: "Todos nós da Universal estamos com o coração partido. Paul foi verdadeiramente um dos membros mais queridos e respeitados da nossa família durante 14 anos, e esta perda é devastadora para nós, para todos os envolvidos com os filmes Velozes e Furiosos, e inúmeros fãs. Enviamos nossa mais profunda e sincera condolências à família de Paul", falou para o site "Toofab".
Segundo o site "TMZ", essa imagem seria do local em que aconteceu o acidente e foi postada no Twitter por pessoas que estavam por perto.



FIAT FIORINO COM CARA DE UNO É VISTA EM ÚLTIMOS TESTES PERTO DA ESTREIA

Fiat Fiorino é visto em Contagem

Prestes a começar a ser vendida, a nova Fiorino foi flagrada nos últimos testes na BR-040, próximo a Conselheiro Lafaiete (MG), a cerca de 120 km de distância de Betim, onde fica a fábrica da Fiat. O modelo, que atualmente é feito a partir do Mille, adotará o visual do novo Uno. A novidade foi mostrada no fim de outubro na Fenatran, em São Paulo.
Nota da Redação: Trinta e três anos após seu lançamento, o Fiat Fiorino avança à terceira geração. A frente é igual ao do Uno, enquanto a traseira tem identidade própria e lanternas similares às do Doblò. Calotas e frisos laterais inéditos completam o visual.
Até então equipado com um motor 1.2 de 70/71 cv, o Fiorino passa a ser impulsionado por um bloco 1.4 de 85/88 cv e 12,4/12,5 kgfm de torque, já utilizado em Uno, Palio e Siena. O câmbio segue manual, com cinco marchas. O preço deverá ser divulgado na próxima semana


MERCEDES-BENZ A 45 AMG CHEGA AO BRASIL POR R$ 259,9 MIL

Mercedes-Benz A 45 AMG foi lançada neste domingo (1º) em Indaiatuba (SP)

A Mercedes-Benz anunciou neste domingo (1°), em Indaiatuba, no interior de São Paulo, o lançamento do A 45 AMG no mercado brasileiro. O modelo é uma versão mais esportiva do hatch Classe A e fez sua estreia mundial no Salão de Genebra, em março. Este é o 1º hatch de alta performance da empresa, que traz motor 2.0 turbo, de quatro cilindros e injeção direta de combustível, que desenvolve 360 cv e 46 kgfm de torque. O modelo chega ao país em versão única por R$ 259,9 mil.

sábado, 23 de junho de 2012

VEÍCULO ELÉTRICO DE DOIS LUGARES É SOLUÇÃO ECOLÓGICA PARA AS GRANDES CIDADES



Renault Twizy: solução prática para o trânsito e poluição
Ele não pode ser chamado de um automóvel nem se encaixa perfeitamente na definição de um quadriciclo. O Twizy, veículo elétrico que a Renault começou a vender na Europa, está no Brasil. Trazido como vedete da marca na conferência ambiental Rio+20, o modelo representa a solução dos franceses para o trânsito e a poluição das grandes cidades.

A foto ao lado já dá ideia da dificuldade em explicá-lo. Parece um carrinho saído de filmes de ficção científica, mas é bem real. E simples. Ao planejar o que faria a respeito da tecnologia de veículos elétricos, a Renault optou por lançar quatro modelos. O primeiro é o Fluence Z.E (a sigla significa emissão zero), uma versão 100% elétrica do sedã vendido no Brasil e que o iG avaliou recentemente. Além dele, existe outro modelo adaptado, o Kangoo europeu, na versão de trabalho. E também dois veículos inéditos, criados para esse fim, o hatch compacto Zoe, uma espécie de Clio elétrico, o Twizy.
Foi esse último que o iG conheceu nesta quarta-feira, 20, no Rio de Janeiro, em meio a Rio+20. A ideia, como dissemos, foi usar a tecnologia elétrica num veículo pequeno capaz de ser usado na cidade em trajetos mais curtos – embora ele tenha autonomia de cerca de 100 km e velocidade máxima de 80 km/h.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

PRODUÇÃO E VENDAS DE VEÍCULOS TÊM ALTA EM MAIO INCENTIVOS DO GOVERNO RESULTARAM EM AVANÇO DE 11% NOS LICENCIAMENTOS


Maio foi um mês de recuperação para o setor automobilístico - tanto no que diz respeito às vendas, quanto à produção de veículos.

Depois do recuo registrado em abril, todo mundo se mexeu: as montadoras e revendas partiram para as promoções e o governo deu seu incentivo, mudando as regras do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Com isso, o licenciamento de veículos alcançou 287.465 unidades, um avanço de 11,5% na comparação com abril, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). É, certamente, um alívio para as fabricantes. Mas ainda não muda o cenário anual, já que o resultado representa um recuou de 9,8% em relação a maio de 2011. Considerando o acumulado do ano, as vendas sofreram retração de 4,8%, somando 1,36 milhões de unidades.
A produção nacional também foi positiva: passou a 280,8 mil unidades, índice 7,6% superior ao de abril. Contudo, a tendência de queda para o ano se mantém, visto que o volume produzido em maio foi 7,7% inferior ao de igual período de 2011. A soma dos veículos fabricados de janeiro a maio atingiu 1,28 milhão de unidades, o pior resultado desde 2010 - e que indica queda de 9,5% na comparação com o ano passado.
Fiat na ponta
A montadora italiana manteve a liderança nas vendas de automóveis e comerciais leves, com 59.482 comercializações em maio - ante 53.519 em abril. A GM surpreendeu e superou a VW, alcançando 54.785 licenciamentos (foram 41.381 no mês anterior). A Volkswagen, por sua vez, somou 54.537 emplacamentos (51.226 em abril) e foi seguida por Ford, com 24.267 unidades (24.103). 

terça-feira, 20 de março de 2012

BELOS CARROS!!

HONDA FIT SPORT 2012
Conheça mais um modelo esportivo, o Honda Fit Sport 2012 que pode chegar ao Brasil no ano que vem pelo preço de R$ 62 mil.

Honda Fit Sport 2012 acaba de ser lançado nos Estados Unidos, porém especula-se a vinda do modelo para o Brasil. Trata-se do mesmo Fit 2012, porém com certos retoques de esportividade em seu visual. O tapa no visual veio bem a calhar, levando em conta o fato da Honda não ter modificado praticamente nada no seu design em comparação com o modelo 2011. Os mudanças ficaram apenas na parte visual mesmo, a parte mecânica e tecnológica não sofreu alterações. É o mesmo monovolume, mas com uma cara mais agressiva.
Somente este ano, o Honda Fit conseguiu superar 16.450 unidades vendidas no mercado brasileiro. Suas vendas só deram uma oscilada nos meses de junho, julho e agosto, quando ocorreram algumas faltas de peças importadas do Japão. Mas suas vendas tendem a recuperar e com o visual da versão Sport, será quase certo uma expansão de suas vendas para outros públicos, como os mais jovens, mesmo sendo um veículo familiar.
O novo visual trás desenhos exclusivos para os para-choques dianteiros e traseiros, assim como o novo difusor traseiro. Também há acréscimo de aerofólio e spoilers laterais no Fit Sport 2012. Os faróis são máscara negra e as rodas de liga leve de 16 polegadas. Seu interior ganhou novo revestimento nos bancos e detalhes foscos para o acabamento. Além disso vem de série com sistema de navegação com conexão bluetooth.
Para o sistema de segurança, estão valendo todas as aplicações do modelo Fit 2012 já vendido até agora. Oferecendo airbag duplo frontal para todas as versões e freios ABS com EBD a partir da LXL. A motorização segue a mesma, 1.4 16V Flex com 100 cv de potência, com câmbio manual ou automático.
Honda Fit Sport 2012 ainda não chegou ao Brasil, mas especula-se que seu preço deverá ser próximo à R$ 62 mil, já que este é o preço da versão topo de liha – EX – manual.
QUAL É O MELHOR: HONDA CIVIC OU TOYOTA COROLLA?Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-3798970486308505110?l=www.autonovidades.com.br

Dois famosos sedãs médios que geram sempre a dúvida de qual é melhor. O Toyota Corolla tem boa mecânica e o Honda Civic bom desempenho. Leia mais!
Pois então, qual o melhor: Honda Civic ou Toyota Corolla? Estão aí dois sedãs médios de peso, de um lado o carro da Toyota: líder da categoria há um bom tempo, e de outro o da Honda, que costumava ser o segundo lugar por um bom tempo. É uma dúvida mesmo difícil de ser esclarecida e que frequentemente é erguida por quem está procurando por um sedã médio. Para resolver essa questão, será necessário conhecer os principais acertos e erros de ambos os modelos, só assim será possível formular o que será melhor para você.
Este artigo não é um comparativo de modelos. Vamos apenas ressaltar as principais qualidades de cada carro para tentar ajuda-lo a escolher o modelo que irá se encaixar melhor na sua vida. Lembrando que nada é bom como um test-drive, então antes de comprar qualquer modelo, dirija-o!
Toyota Corolla
Bem, o Toyota Corolla realmente tem muita história para contar, mesmo assim nunca perdeu o brilho e sensatez no seu visual sempre sóbrio. O novo modelo inclusive ganhou uma reestilização, mas não foi uma mudança muito grande. Foi bem leve, para falar a verdade, como sempre tem ocorrido e isso não atrapalha nenhum pouco a sua liderança no mercado. A modificação na mecânica melhorou sua performance e economia de combustível, com a implantação do comando variável do motor e do câmbio de seis marchas para a versão manual. Na automática, é o mesmo câmbio de 4 marchas.
De tudo, uma coisa é indiscutível quando se fala no Corolla, a confiabilidade mecânica. Se existe um elemento chave para colocar um carro líder em sua categoria por anos a fio, talvez seja a solidez da parte mecânica. O carro carrega duas famas: de sedã econômico e de um carro que raramente estraga na parte mecânica. Saiba tudo sobre o Corolla 2012.
Honda Civic
Honda Civic também tem uma boa mecânica e oferece um bom carro para quem tem o pé “pesado”. O motor da versão de entrada, 1.8, tem respostas rápidas e consegue manter um bom nível de economia na estrada. Mas o ponto alto é mesmo sua dirigibilidade, auxiliando tanto no conforto de dirigir na estrada quanto na cidade.
O Civic, atualmente, já consegue ter praticamente a mesma confiabilidade do Corolla, o que melhora sua valorização. Seu ponto alto é mesmo o visual, tanto por fora como por dentro. Seu design é um dos mais modernos da categoria, carregando aquele ar inconfundível de sedã esportivo. Porém, a nova atualização na aparência do modelo não trouxe tamanha revolução como do modelo anterior, sendo criticado por alguns. Mesmo assim as mudanças fizeram bem ao carro – que ficou um pouco mais sóbrio – e o deixou ainda mais confortável, estável e seguro.
Em todo o caso então, escolher o melhor modelo deve ficar a cargo da sua opinião. Um carro com visual sóbrio, ou mais agressivo? Uma boa economia de combustível ou uma performance mais esportiva? Tudo isso fica a cargo do cliente.
HONDA CIVIC SI 2012
Conheça o modelo 2012 da versão esportiva do Civic: o Honda Civic SI 2012 não deve chegar ao Brasil, mas isso não impede você de conhece-lo.

A nova geração do Honda Civic Si 2012 aparece para o público, mas infelizmente ainda sem muitas mudanças, continuando com o mesmo padrão. Mas vamos nos focar basicamente nas melhorias sofridas, porque mesmo com um atraso considerável e poucas mudanças na estrutura, o esportivo ainda é bastante atual e possui um conceito elevadíssimo no mercado mundial. Sua chegada no Brasil ainda está indefinida.
A principal diferença na aparência do Honda Civic Si relacionada a sua versão normal, continua sendo a grade dianteira preta no estilo colmeia com o emblema Si. A coluna A sofreu uma redução de cerca de 9%, diminuindo assim consequentemente os pontos cegos. No mais, piscas laranjas e faróis inalterados, seguindo a cultura conservadora da Honda com seus carros, principalmente na linha Civic. Está certo que os para-choques ganharam umas linhas mais agressivas, mas elas se destacam sutilmente.
Ali na parte traseira do novo Honda Civic Si 2012 conseguimos visualizar alguns detalhes relevantes. O aerofólio localizado na tampa do porta-malas tem breaklight integrado, porém, é o para-choque com proteção na cor preta e a saída de escape cromada que chamam mais atenção.
Os controles do volante multifuncional em couro também sofreram uma melhoria evidente. No painel, poucas mudanças, a não ser algumas como a tela de LCD de 5 polegada, que reproduz as informações do sistema multimídia e também informa a potência disponível pelo carro. O acabamento interno ainda se encontra no mesmo nível, mas os ótimos bancos esportivos e contornos devem dar conta do recado. Podemos dar ênfase aos tons de branco e vermelho nos mostradores, pois são destaques interessantes, eles dão personalidade ao carro.
Agora o Honda Civic Si 2012 vem com novo motor 4 cilindros 2.4 16 válvulas DOHC com 201 cv de potência, aquele mesmo encontrado no Acura TSX. A potência pode não ter sido muito elevada, porém o torque está maior, agora com 23,5 kgfm (4,3 a mais) a partir de 1700 RPM. Com isso, o 2.0 foi aposentado de vez. O câmbio manual de 6 marchas ainda permite bastante esportividade e conforto ao dirigir. O consumo de combustível é bom, conseguindo fazer 13 km/l na estrada.





















quarta-feira, 14 de março de 2012

LAMBORGHINI MOSTRA MAIS DO AVENTADOR J SUPERESPORTIVO TEVE PEÇAS REMOVIDAS PARA AUMENTAR AINDA MAIS SEU DESEMPENHO

A Lamborghini divulgou um vídeo promocional para divulgar o novo Aventador J. O superesportivo já impressionava por seu desempenho, mas a montadora decidiu eliminar todas as peças que poderiam ser desnecessárias e contribuíam para o aumento do peso.
Dois pequenos defletores tentam substituir o parabrisa que foi eliminado juntamente com o teto, o controle de temperatura e o sistema de navegação. O motor 6.5 L V12 de incríveis 699 cv de potência tem ainda menos trabalho para levar o carro, que passou a pesar 1.575 kg e passa de 300 km/h. 

Além de eliminar peças, a montadora manteve o uso de fibra de carbono tradicional e incluiu a Carbonskin (um novo tipo dessa fibra) no acabamento do interior e dos assentos. Apesar de todas as modificações, aLamborghini garante que a rigidez necessária foi mantida para garantir a integridade dos passageiros. 



NOVO BMW SÉRIE 118I CHEGA POR R$ 113.370 SEGUNDA GERAÇÃO DO HATCH “PREMIUM” ABRE RENOVAÇÃO DO SEGMENTO

A BMW do Brasil lançou nesta segunda-feira (12) a nova geração do hatch premium Série 1, lançado na Europa em setembro de 2011, no Salão do Automóvel de Frankfurt. A chegada do modelo, prevista para janeiro, foi atrasada pelo “efeito IPI”, que tem provocado mudanças no abastecimento (e no preço) dos importados trazidos de fora do eixo Mercosul-México. Cotado para custar próximo de R$ 100 mil, o Série 118i chega a partir de 113.370, em três versões: básica, Urban (R$ 119.200) e Sport (R$ 122.900). 


Desde a configuração mais simples, o Série 118i traz uma lista de equipamentos atraente. Vêm instalados ar-condicionado, direção elétrica, volante multifuncional, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), freios com ABS, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, monitor de pressão dos pneus, sistema start/stop (que desliga o motor em paradas curtas, para poupar combustível) e um interessante modo EcoPro, que indica ao motorisma como dirigir de forma mais econômica – queimando menos gasolina  

RENAULT APRESENTA CLIO RS RED BULL RACING RB7 NA FRANÇA, VERSÃO ESPECIAL DE 203 CV TEM PREÇO INICIAL DE 27.900 EUROS

A Renault divulgou fotos e mais informações sobre a edição especial Clio RS Red Bull Racing RB7, a primeira de uma série que inclui o Twingo RS e o Mégane RS. "É uma homenagem aos laços entre a Renault Sport Technologies e a Renault Sport F1", diz o diretor de produtos da Renault Sport, Jean-Maxime Boulanger. O modelo, que celebra o bicampeonato da parceria com a Red Bull na F1, será vendido em cinco países: Espanha, Suíça, Bélgica, Áustria e França. Neste último, o preço inicial será de 27.900 euros e as reservas já podem ser feitas a partir do dia 17 de março.
Segundo a montadora francesa, o esportivo é uma combinação de design agressivo e tecnologia de ponta. Por fora, a carroceria leva o preto Profond Black, com detalhes do amarelo vibrante Sirus Yellow nos retrovisores e nos difusores. O teto vem com uma pintura xadrez e as portas possuem o adesivo da Red Bull. As rodas Interlagos de 18 polegadas são acompanhadas pelo pneu Bridgestone RE050A. 

No seu interior, os bancos são revestidos por um amarelo discreto (Recaro) e o RS monitor disponibiliza, em tempo real, os dados sobre desempenho e modo de condução.

Sob o capô, há um potente motor 2.0 de quatro cilindros que produz 203 cv e tem um torque de 22 kgfm. O Clio RS Red Bull Racing RB7 atinge de 0 a 100km/h em 6,9 segundos e alcança uma velocidade máxima de 225 km/h. 




MASERATI GRANCABRIO SPORT CHEGA AO BRASIL POR R$ 920 MIL DUAS UNIDADES DA VERSÃO CONVERSÍVEL DO ESPORTIVO DE 450 CV DE POTÊNCIA CHEGARAM AO PAÍS



A Maserati acaba de trazer as duas primeiras unidades do conversível GranCabrio Sport ao Brasil. Com 450 cv de potência (dez a mais do que o modelo GranCabrio), o esportivo acelera de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos e atinge velocidade máxima de 285 km/h. Além destas unidades que chegam custando R$ 920 mil cada, apenas mais dez devem ser importadas até o final do ano. 

Essa versão leva o motor V8 da irmã MC Stradadale acoplado a uma transmissão de seis velocidades. A opção MC Auto Shift está disponível no modelo e foi emprestada da irmã Quattroporte Sport GT S.
O GranCabrio Sport foi pintado numa nova tonalidade de vermelho clássico, a Rosso Trionfale, para homenagear os modelos de corrida da montadora da década de 50. Também chamam a atenção no design os spoilers laterais, tubos pretos de exaustão, novas rodas aro 20” e diferentes tonalidades para o couro que reveste os bancos M-design.

CHERY QQ APARECE REESTILIZADO NA CHINA FOTOS MOSTRAM NOVA FRENTE E TRASEIRA DO MODELO 2013


Apesar de ter sofrido uma reestilização recente (veja aqui), o QQ, da Chery, já tem um novo visual para 2013. O pequeno chinês foi flagrado pelo site China Car Times, sem qualquer disfarce. Com um "sorriso" mais aberto, oQQ passou a ter faróis mais arredondados. Sua grade frontal também foi modificada: em vez de linhas horizontais, agora suas linhas - mais finas - têm formato em colmeia. Os faróis de neblina tornaram-se parte do desenho do para-choque. 

As opções de motor vão de 800 cc até 1.2 L. A previsão é que a terceira geração do modelo seja apresentada até o fim deste ano na China. No Brasil, o lançamento deve acontecer pouco depois. 

FIAT DEIXARÁ DE PRODUZIR MODELOS GRANDES CEO DO GRUPO CONFIRMOU QUE MONTADORA DEIXARÁ PRODUTOS MAIORES PARA CHRYSLER


A Fiat não deve produzir mais modelos de segmentos superiores, confirmando boatos que circulam desde que a montadora anunciou a fusão com a Chrysler. Conforme Sergio Marchionne, CEO do grupo Fiat, adiantou para a publicação britânica Autocar, a marca deve focar seus novos projetos em modelos que não ultrapassem o segmento de sedãs médios. 

Caso isso se confirme, modelos como a perua Croma (que não apresentou bons resultados em sua nova geração) devem ser deixados de lado. O executivo destacou que, caso seja do interesse do grupo um modelo de segmentos superiores, caberia à Chrysler sua produção. Além da recém-adquirida montadora americana, o grupo ainda conta com a italiana Alfa Romeo, que seria a responsável por modelos mais esportivos.

segunda-feira, 12 de março de 2012

A Mercedes-Benz C63 AMG Coupé Black Series 2012 chega ainda mais esportiva e vindo com tecnologia de carro da F1.

A Mercedes-Benz C63 AMG Coupé Black Series 2012 acaba de ser revelada e está mais esportiva e robusta ainda. A aparência é de um carro nervoso, e ele é um carro nervoso. Apresentado oficialmente no grande prêmio de Nürburgring da F1, agradou os olhos dos adoradores da marca.

As rodas de liga leve de 19 polegadas na cor cinza titânio ganham atenção por causa da sua beleza e também pela tecnologia. O sistema de forjamento é a mesmo presente nos carros superesportivos, ficando até mesmo 11 kg mais leve do que a do projeto convencional. Claro que a esportividade não para por aí, pois a sua suspensão é baixa e se junta com as linhas mais largas dos pára-lamas, deixando o carro com uma intensa cara de bravo. A saída do escapamento é dupla e com ponteiras cromadas. A tampa do porta-malas contribui para a aerodinâmica e auxilia na estabilidade traseira do carro.
Ao entrar no veículo, já se pode perceber as soleiras de porta feitas de aço escovado portando o logotipo da AMG. O mesmo esquema serve para as pedaleiras também de aço escovado. E no sistema de som, está o rádio CD 20 com conexão Bluetooth, entrada USB e tela colorida de LCD. A sonorização do carro é dotada de oito alto-falantes. E para melhorar ainda mais o conforto, tem o ar-condicionado automático THERMATIC.

O C63 Coupé Black Series 2012 é o Classe C mais potente de todos os tempos. Ele acelera de 0 a 100 km\h em apenas 4,2 segundos. Toda essa potencia é proveniente do sue motor AMG V8 6.3 com 517 cv de potência e torque de 62 kgfm. A garantia de rapidez na troca de marchas fica a cargo do câmbio MAG SpeedShift de 7 velocidades. Junto com sua potência, os freios ABS esportivos redesenhados pela equipe da AMG, reforçam a segurança. Além de tudo, conta com os últimos sistemas tecnológicos de segurança como o ESP.

O carro vem de fábrica cheio de elementos com tecnologia dos carros da F1. As vendas da Mercedes-Benz C63 AMG Coupé Black Series 2012 começaram na Alemanha a partir de janeiro do ano que vem. Seu preço deve ficar entre os 115.430 euros, equivalente a aproximadamente R$ 259.000.
Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-1864020193455045554?l=www.autonovidades.com.br
Conheça um carro totalmente novo: o sedã Lifan 520 2012 – 2013 tem planos de chegar ao Brasil. Veja fotos e o preço do modelo.
A apresentação oficial do Lifan 520 2012-2013 durante o Salão de Guandzhou marca a chegada da nova geração com aparência totalmente reformulada. Comparado com o modelo antecessor, as mudanças são bastante claras. Agora o modelo se apresenta com linhas mais modernas e acabamento melhorado. Atualmente o modelo é comercializado na China e no Leste Europeu com vendas ainda consideradas módicas, mas que deverão crescer com a chegada da nova versão.
A parte frontal do novo Lifan 520 está bem mais imponente, a começar pelos novos faróis estilo Eagle Eye com máscara negra, substituindo os antigos um tanto quanto ovalados. Os faróis de neblina também ganharam uma grande diferença: se antes eram tímidos e redondinhos, agora estão maiores perdendo aquele formato redondo que já estava dando um certo ar de atraso no design. Mas os faróis não são os principais pontos de mudanças na parte estética exterior, final o desenho geral mudou, o que podemos ver agora é um carro com linhas modernas, mais robusto e disposto a disputar contra os melhores do mercado (pelo menos na parte visual).
Com a grade do radiador bem maior dotada de linhas cromadas, assim como o logotipo da Lifan, unindo as linhas do capô e o conjunto dianteiro com cara agressiva, o novo 520 2013 finalmente poderá atender um público mais jovem. Os retrovisores externos ganharam luzes de setas indicativas iluminadas por LED. As rodas são de 15 polegadas em liga leve, utilizando freios a discos de fábrica nas quatro rodas.

Na parte tecnológica, o Lifan 520 virá de fábrica, assim como demanda os modelos chineses atuais, com airbag duplo, sistema de freios ABS, som com CD/MP3 Player, ar-condicionado, trio elétrico, direção hidráulica e outros mais. O motor é o 1.6 16V de 104 cv de potência.
Se você espera o novo Lifan 520 2012-2013 chegar no Brasil, infelizmente a notícia ainda não é uma das melhores. Embora a cogitação de suas vendas por aqui seja grande, nada foi confirmado oficialmente pela empresa montadora. No meio do ano uma unidade versão hatch foi flagrada por aqui, mas ela ela estava em cima de uma plataforma sendo transportada, inclusive sem placa. Se for vendido por aqui, podemos esperar um preço em torno dos R$ 35 mil.
Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-4353549517795386119?l=www.autonovidades.com.br
O Grupo Effa acaba de confirmar o início da construção da primeira fábrica da Lifan no Brasil com capacidade produtiva de 10 mil carros por ano.

O início da construção da primeira fábrica da Lifan no Brasil acaba de ser confirmado pelo grupo Effa, após a assinatura do acordo no dia 8 deste mês. Com um investimento previsto de US$ 100 milhões, terá capacidade de produção de 10 mil unidades anualmente.
O local da futura fábrica ainda não foi definido. A empresa neste momento estuda vários estados do país, procurando o melhor para a instalação da planta, que deverá começar suas atividades entre o final deste ano e início do ano que vem. Lembrando que o local deverá permitir um bom acesso de chegada e saída dos produtos.

Os carros mais cotados para serem os primeiros modelos Lifan fabricados no Brasil, são o hatch 320 e o sedã 620. Ambos já são vendidos por aqui, com ótima aceitação e produzidos no Uruguai. O 320 é aquele que se parece com o Mini Cooper em alguns aspectos, e o 620 já é um sedã com desenho mais exclusivo.

O processo inicial de fabricação deverá ser em CDK (Completely Knocked-Down), quando as peças são todas importadas das fábricas de origem e montadas na filial. Pode ser que com o tempo esse sistema acabe e as peças passem a ser totalmente fabricadas aqui. Mas a probabilidade de continuar sempre com o CDK é grande, já que a mão de obra chinesa é muito mais barata.

A empresa também anunciou a ampliação da linha de montagem na fábrica localizada em San José (região metropolitana de Montevidéu), no Uruguai. A fábrica uruguaia tem 450 funcionários e fabrica cerca de 60 veículos por dia. A ampliação iria aumentar a produção média diária para 100 carros. Isso tudo mostra que os investimentos na América Latina estão rendendo bons frutos e poderão render ainda mais.
Cada vez mais os chineses estão se infiltrando no Brasil. Até agora não conseguiram estabelecer vendas avassaladoras de seus carros, como era cogitado no início da chegada dos modelos de automóveis chineses por aqui. Porém, as vendas estão crescendo e os carros estão ganhando terreno aos poucos. Novas informações sobre esse novo empreendimento serão reveladas em breve, ficaremos atentos.
Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-5424030620688421125?l=www.autonovidades.com.br
A Lamborghini não quer mais usar câmbio manual em seus próximos modelos por questões dinâmicas e econômicas.

A caixa de câmbio manual está prestes a ser abandonada na fabricação dos próximos carros da Lamborghini. A empresa italiana já decidiu e vai acabar de vez com o câmbio manual, tanto por questão de dinâmica como também econômica, já que a procura pela versão manual está cada vez mais em baixa.
Os fãs da troca de marchas manual, acreditam que nada pode ser mais rápido do que os pés e as mãos do piloto. Mas a Lamborghini garante alta velocidade na troca de marchas com o câmbio automatizado. Além do mais, um câmbio automatizado de duas embreagens (ISR) presente no Aventador obtém trocas quase instantâneas, no tempo de 50 milissegundos para ser mais exato.

A questão econômica também é levada em conta pela Lamborghini em sua decisão. As vendas de modelos com câmbio manual somente conseguem atingir a estimativa de 2%. O câmbio automatizado pode conceder o conforto de não precisar trocar as marchas ou pode dar esse gostinho para quem utilizar sua troca manual sem o uso do pedal de embreagem.

A velocidade superior na troca de marcha nos sistemas de duas embreagens ocorre pelo simples fato de já ir engrenando a próxima marcha sem precisar fazer todo o processo dos outros câmbios convencionais. Nesse caso, é difícil alguém garantir que consegue ser mais rápido do que o serviço das duas embreagens.

Em questão de economia de combustível, o câmbio manual acaba vencendo. Com ele, você pode manter a marcha num giro menor, por exemplo. Mas precisamos lembrar que, quando falamos dos Lamborghinis, falamos sobre modelos superesportivos, e um carro esportivo geralmente é usado no limite do motor. Aí entra a superioridade da caixa automática, onde o motorista vai ter a garantia do encaixe perfeito da marcha no tempo certo, sem perder eficiência motora.
Até agora, os carros fabricados pela Lamborghini ainda vêm com a opção entre os dois tipos de caixas de câmbio. Mas aos poucos essa opção deve sumir de vez. Ano que vem, a empresa pretende lançar o sucessor do Gallardo, já sem opção pelo câmbio manual. Podemos dizer que faz parte de dos novos avanços na indústria automobilística. Só resta saber se essa mudança “brusca” não vai deixar alguns de seus clientes insatisfeitos.
Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-3207330283214010457?l=www.autonovidades.com.br
Conheça o JAC J6, minivan da nova marca chinesa no Brasil. Com capacidade para 7 pessoas com muito conforto. O J6 já vem completo de fábrica.

JAC J6 é a minivan da marca chinesa que acaba de chegar ao Brasil com importação do grupo SHC, de Sergio Habib, velho conhecido do mercado de automóveis em território nacional. Foi ele quem fez a Citroen subir e quem atualmente vende os carros da Aston Martin por aqui. Todos os modelos da marca tem garantia de 06 anos, de longe o maior tempo entre as montadoras.

Por ser um carro chinês e uma marca nova, é normal que o brasileiro sinta medo de comprar o JAC J6, pois assim como todas as marcas que estavam começando por aqui, é necessário adquirir confiança do consumidor. Foi assim com a Fiat na década de 70 e assim com a Citroen na década de 90.
Algo que caracteriza o J6 é o custo x benefício, já que neste segmento, é a minivan de passeio mais barata. Os principais concorrentes são Meriva e Safira, ambos da Chevrolet. O preço do Jac J6 é na casa dos R$ 52 mil, mas lembre-se que ele já vem completo de fábrica.

Os itens que já vem de fábrica são: som com entrada USB e compatibilidade MP3, direção hidráulica, sensor traseiro de estacionamento, botões no volante, vidros elétricos, freios ABS, airbag duplo, etc. O carro também teve seu desempenho em alta, pois o motor 2.0 de 16V VVT que rende, no total, 136 cavalos de potência, carrega o JAC J6muito bem. Resta saber se o desempenho continua tão bem com 07 pessoas, já que o carro tem espaço – e bancos – suficientes para levar este número de pessoas.
Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-3349166443198516237?l=www.autonovidades.com.br
A estreia do JAC J2, novo modelo de entrada da marca no Brasil, deve ocorrer ano que vem. O preço fica em torno de R$ 30 mil, conheça o pequeno J2.

JAC J2 já começa a aparecer aos poucos pelas ruas do Brasil. O futuro carro de entrada da marca chinesa em território brasileiro, somente terá sua estreia oficial no ano que vem, até lá podemos especular um pouquinho mais como deverá ser o modelo vendido aqui. Lembrando que antes de tudo, deverá ser um carro para atender o público mais popular e para isso, seu preço também deverá ficar lá embaixo, encarando de perto a concorrência. Além do mais, ele brigará com o seu conterrâneo Chery Face.

O J2, o futuro carro mais barato da JAC Motors do Brasil, será realmente um compacto, uma espécie de versão diminuída do J3 hatch. Alguns itens externos são bem interessantes, como os faróis dianteiros em formato de gota e o desenho da pequena grade do radiador portando o logotipo de marca. Já os outros detalhes da carroceria não chegam a ter grandes diferenças assim em relação aos outros compactos chineses concorrentes. Suas dimensões inclusive acabam chegando bem perto das do Kia Picanto.

Se o JAC J2 seguir o protocolo dos carros chineses de oferecer um carro completo por preços módicos, o que provavelmente acontecerá, ele terá ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, sistema de som, freios ABS e algumas outras coisinhas mais. O porta-malas sim que não é muito grande, aliás, é praticamente pequeno, conseguindo abrigar apenas 100 litros. Por se tratar de um carro popular, é possível que o seu acabamento interior tenha alguma semelhança com o do Chery QQ. Porém se adotar os fundamentos aplicados no J3, sairá na frente de muitos compactos atuais vendidos por aqui.
Acontece que o JAC J2 divide bastante coisas com o J3. O motor será o mesmo do J3, um 1.4 16V com 108 cv de potência e câmbio manual de 5 marchas. O carro deverá custar em média de R$ 30.000 e o plano é mesmo pegar uma fatia dos proprietários do Gol e do Uno. Aos poucos a JAC Motors do Brasil vai preenchendo sua frota de veículos. Já temos o J3, J3 Turin, J5 e o recém-chegado J6. O JAC J2 deverá chegar até final de julho do ano que vem.
Descrição: https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1315388294355816404-894914259473997535?l=www.autonovidades.com.br